Determinação de fármacos e drogas de abuso em amostras de emergência toxicológica por LC-MS/MS

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2022
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
Resumo
O manejo e tratamento adequado de um paciente intoxicado deve ser feito assim que possível, de forma a aumentar a efetividade e reduzir possibilidade de consequências da exposição. Para isso, métodos diagnósticos devem estar presentes no cenário de emergência e serem simples, rápidos e eficientes. A precipitação de proteínas combinada com a cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas tem mostrado ser uma boa estratégia para a determinação simultânea de compostos de interesse toxicológico, como medicamentos e drogas de abuso. Neste estudo, um método multi-analito simples e rápido foi desenvolvido e validado para a quantificação de 57 fármacos e drogas de abuso em amostras de plasma. O preparo da amostra consiste na precipitação proteica de 50 μL da amostra de plasma com 240 μL da mistura de solvente orgânico, com posterior centrifugação e injeção no LC-MS/MS, onde o tempo de corrida cromatográfica foi de 7 minutos. O método foi validado para menor limite de quantificação (LLOQ), interferentes, linearidade, precisão, exatidão, integridade de diluição, carryover e efeito matriz. Os LLOQs variaram entre 5 e 20 ng/mL e todos analitos apresentaram respostas lineares (r 2 > 0.99) nas concentrações testadas. O método provou ser preciso e exato, com todas concentrações de controle de qualidade para todos analitos dentro dos limites aceitáveis pelo guia de validação utilizado (CV% ≤20% e bias de ±20%). Dos 57 analitos, 49 não apresentaram efeito matriz significativo. O método desenvolvido foi aplicado com sucesso em 470 amostras de plasma de casos reais de intoxicação atendidos pelo CIT/RS. Do total de amostras analisadas, 80% foram positivas para ao menos uma substância, como acetaminofeno (32,1%), diazepam (25,1%) e lidocaína (18,9%), sendo as mais detectadas. Benzodiazepínicos foi o grupo mais detectado, presente em torno de 40% das amostras. A circunstância da exposição mais prevalente entre os casos foi tentativa de suicídio. As faixas etárias mais frequentes foram jovens adultos de 20 a 29 anos e crianças menores de 5 anos. A metodologia desenvolvida mostrou-se eficiente na determinação simultânea de 57 substâncias de interesse toxicológico, contribuindo para um diagnóstico correto e, consequentemente, para o manejo e tratamento mais adequado do paciente intoxicado.
Descrição
Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
Palavras-chave
Multi-analito, Precipitação de Proteínas, Emergência, Intoxicação por Fármacos e Drogas, LS-MS/MS, [en] Emergencies
Citação