Caracterização da expressão imunoistoquímica do HER-2 em espécimes cirúrgicos de gastrectomia e sua correlação com aspectos anátomo-patológicos

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2014
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
Resumo
Introdução: Nas estatísticas mundiais, as neoplasias malignas gástricas são a segunda causa de morte relacionada ao câncer e destas, os adenocarcinomas são de longe os mais incidentes. A baixa eficácia dos esquemas quimioterápicos no tratamento do adenocarcinomas gástrico e da junção esôfago-gástrica motiva pesquisas de fatores prognósticos e terapêuticos alternativos. Objetivos: Análise de fatores epidemiológicos e correlação com a expressão imunoistoquímica do HER-2 em espécimes de gastrectomia do Laboratório de Patologia e Citologia do Instituto Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre entre 2002-2007. Material e Métodos: A pesquisa consistiu de análise das lâminas e amostras de tecido fixados em parafina, submetidos à reação imunoistoquímica automatizada com o anticorpo monoclonal (4B5), análise microscópica convencional (óptica) utilizando-se os critérios do Colégio Americano de Patologia (CAP). Resultados: Do total de 47 amostras selecionadas, 06 (12,8%) localizavam-se no cárdia; 23 (48,9%) no antro gástrico, 10 (21,3%) no corpo, 04 (8,5%) no piloro, 02 (4,3%) no fundo e 02 (4,3%) difusamente. A idade média ao diagnóstico foi 63,04 anos ( 32- 98 anos), com prevalência no sexo masculino 32 (68,1%) dos casos e média do maior eixo tumoral de 5,2 cm (1,2-19,0cm). Quanto à superexpressão do HER-2, 14 (29,8%) de todas as neoplasias analisadas apresentaram superexpressão do HER-2, com 13 (41,93%) dos adenocarcinomas de tipo intestinal apresentando superexpressão, seguidos por 01 (11,1%) do difuso e nenhum do tipo misto. Não foram encontradas associação entre o número de linfonodos metastáticos e o maior eixo tumoral com a superexpressão do HER-2. Conclusão: Adenocarcinomas gástricos e da junção esôfago-gástrica de subtipo intestinal apresentam uma maior chance de superexpressão do gene HER-2. A incorporação do conhecimento do perfil da expressão dos proto-oncogenes da família dos receptores de fator de crescimento epidérmico humano (HER-2, HER-3, EGFR) podem e devem trazer mudanças no tratamento das neoplasias gástricas e junção esôfago-gástrica.
Descrição
Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Patologia, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
Palavras-chave
Estômago, Junção Esofagogástrica, Adenocarcinoma, [en] Stomach, [en] Esophagogastric Junction
Citação