Força muscular periférica em crianças e adolescentes com cardiopatia congênita: revisão sistemática e metanálise

Imagem de Miniatura
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
Wagner Wessfll
Resumo
INTRODUÇÃO: Pacientes com cardiopatia congênita (CC) são menos ativos quando comparados com indivíduos saudáveis e apresentam limitação da capacidade funcional, relacionada com a presença de fraqueza e fadiga muscular. Em crianças com CC ou algum déficit de desenvolvimento, a força muscular costuma estar diminuída, afetando as habilidades motoras e funcionais na prática das atividades de vida diária, estando relacionada diretamente com a redução da capacidade de exercício. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi avaliar a força muscular periférica de crianças e adolescentes com CC por meio de uma revisão sistemática com metanálise. MÉTODOS: A revisão sistemática incluiu estudos observacionais que avaliaram a força muscular periférica em crianças e adolescentes menores de 18 anos com CC, bem como controles saudáveis para comparação. A avaliação quantitativa foi realizada por meio de metanálise, comparando-se a dinamometria isocinética e a dinamometria de preensão palmar das crianças e adolescentes com CC e seus respectivos controles. RESULTADOS: Um total de 5.512 artigos identificados na busca preencheram os critérios de elegibilidade e quatro foram incluídos para metanálise nesta revisão. Três estudos avaliaram a força muscular isocinética (FMI) e encontraram redução significativa de 44.63Nm quando comparados com controles saudáveis (95% CI, –75.03 a –14.23; I2 82%, P para heterogeneidade =0.004). Dois estudos avaliaram a força de preensão palmar (FPP) e mostraram que não houve diferença significativa entre pacientes com CC e controles saudáveis, com o valor de 0,08Nm (IC 95%, –6,39 a –6,55; I2 98%, P para heterogeneidade <0,00001). CONCLUSÃO: Crianças e adolescentes com CC apresentaram diminuição da força muscular de membros inferiores, entretanto na força de preensão palmar esse resultado não foi confirmado e os dois grupos foram semelhantes.
Descrição
Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Pediatria, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
Palavras-chave
Defeitos Cardíacos Congênitos, Força Muscular, Criança, Adolescente, Metanálise, [en] Heart Defects, Congenital, [en] Muscle Strength, [en] Child, [en] Adolescent, [en] Meta-Analysis
Citação