Efeitos da insuflação-exsuflação mecânica na remoção de secreções na via aérea de pacientes ventilados mecanicamente

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2019
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
Wagner Wessfll
Resumo
INTRODUÇÃO: O aparelho de insuflação-exsuflação pulmonar é citado na literatura com objetivo de remover secreção em pacientes com doenças neuromusculares. Sua utilização em pacientes ventilados mecanicamente é pouco relatada. OBJETIVO: Avaliar os a eficácia da insuflação-exsuflação mecânica na remoção de secreções de pacientes críticos ventilados mecanicamente. MÉTODOS: Um ensaio clínico randomizado, com um grupo controle foi realizado em uma UTI clínica e cirúrgica de um hospital de Porto Alegre. Indivíduos adultos internados na UTI em ventilação mecânica por mais de 24 horas, com estabilidade clínica e hemodinâmica foram randomizados para receber fisioterapia respiratória convencional (Grupo Controle) ou fisioterapia respiratória utilizando apenas o aparelho de insuflação-exsuflação pulmonar (Grupo Intervenção). O desfecho primário foi o peso de secreção aspirada após o procedimento. Foram avaliadas também mecânica ventilatória e possíveis alterações hemodinâmicas. RESULTADOS: Foram submetidos ao estudo 180 pacientes, sendo 90 no grupo controle (GC) e 90 no grupo intervenção (GI). O peso médio de secreção aspirada nas vias aéreas foi maior no GI do que no GC (2,42g± 2,32g vs 1,35g± 1,56g, p <0,001). Os valores de complacência foram superiores no GI (1,76± 4,9 ml/cmH2O vs 0,57± 4,85 ml/cmH2O, p= 0,001). Os valores de resistência de vias aéreas (Raw) e trabalho respiratório (WOB) foram semelhantes entre os grupo, não foram encontradas alterações hemodinâmicas significativas em nenhum dos grupos. CONCLUSÃO: O uso da insuflação-exsuflação mecânica nos pacientes ventilados mecanicamente remove mais secreção de vias aéreas que a fisioterapia respiratória convencional isolada.
Descrição
Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
Palavras-chave
Respiração Artificial, UTI, Fisioterapia, Respiração, Insuflação, [en] Respiration, Artificial, [en] Intensive Care Units, [en] Physical Therapy Specialty, [en] Respiration, [en] Insufflation
Citação