Influência da estrutura das unidades de saúde na qualidade da atenção primária à saúde

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2016
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
Resumo
A Atenção Primária à Saúde (APS) tem se tornado a principal estratégia em busca da melhoria na qualidade dos serviços de saúde, e seus principais atributos incluem a promoção, proteção, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde. Para fornecer cuidados básicos de saúde da população o governo vem estimulando as ações de prevenção dos problemas da comunidade através de programas como a Política Nacional da Atenção Básica (PNAB) que busca a evolução dos serviços e dos profissionais envolvidos para a ampliação do acesso e da melhoria da qualidade e da cobertura, além de estimular a avaliação dos serviços. Há, entretanto, a necessidade da organização e da estrutura do serviço serem compatíveis com as necessidades dos profissionais e dos usuários. Os objetivos deste estudo foram de observar as características dos profissionais da Atenção Básica, avaliar a orientação à APS e, verificar a associação entre as características estruturais e a presença de altos escores nos atributos. Através de um estudo transversal foram avaliadas as unidades de saúde e as características dos alunos da Especialização em Saúde da Família UNA-SUS–UFCSPA, a estrutura através do instrumento de avaliação do PMAQ, e os atributos com o PCATool. Os resultados demonstram maioria dos profissionais (88%) em ESF, 30% com pós-graduação direcionada à APS, estando 56,3% no primeiro trabalho em APS. A satisfação com as condições gerais de trabalho e a estrutura das unidades alcançou 58%. A maioria das unidades alcançou alta orientação à APS, entretanto a acessibilidade mostrou maior fragilidade. Foram encontrados valores médios superiores para os escores Geral e Essencial nas unidades com a agenda organizada para atividades comunitárias, com medidas de prevenção e acompanhamento para demandas especificas, além daquelas que oferecem atendimento nos finais de semana. A presença de assistente social na equipe ampliada também se associou a melhor avaliação, além de outras características favoráveis para a avaliação de cada atributo. Sendo assim, a presença de algumas características foram consideradas contribuintes que elevam os escores e a levam a melhor orientação à APS.
Descrição
Tese (Doutorado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
Palavras-chave
Atenção Primária à Saúde, Avaliação de Serviços de Saúde, Qualidade da Assistência à Saúde, Profissionais da Saúde, [en] Primary Health Care, [en] Health Services Research, [en] Quality of Health Care, [en] Health Personnel
Citação
Coleções