Expressão imuno-histoquímica dos cinco receptores de somatostatina (SSTR1-SSTR5) em meningioma

dc.contributor.advisorPereira-Lima, Júlia Fernanda Semmelmann
dc.contributor.advisor-coLeães, Carolina Garcia Soares
dc.contributor.authorSilva, Camila Batista de Oliveira
dc.date.accessioned2016-10-24T13:17:33Z
dc.date.accessioned2023-10-09T18:55:34Z
dc.date.available2016-10-24T13:17:33Z
dc.date.available2023-10-09T18:55:34Z
dc.date.date-insert2016-10-24
dc.date.issued2015
dc.descriptionDissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Patologia, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.pt_BR
dc.description.abstractIntrodução: Meningiomas são tumores benignos, porém recorrentes. Diversos estudos in vitro e in vivo demonstram que meningiomas, independentemente de sua histologia e classificação, expressam receptores de somatostatina (SSTRs). Objetivos: Avaliar a expressão de SSTRs em meningiomas, relacionando-os com grau tumoral, sexo, gênero, subtipo histológico, localização, recorrência/recrescimento tumoral e acompanhamento clínico. Material e Métodos: Amostras de 60 meningiomas foram avaliadas através de método imuno-histoquímico para presença de SSTRs. Os tumores foram classificados quanto ao grau tumoral. Resultados: Analisaram-se 44 mulheres e 16 homens, com média de idade de 53,18±12,6. Quanto à classificação histológica, 47 (78,3%) pertenciam ao grau I, 11 (18,3%) ao grau II e 2 (3,3%) ao grau III, de acordo com a OMS. Houve expressão IH dos cincos subtipos de SSTRs, com frequências entre 61,6 100%, com predominância do subtipo SSTR2. O subtipo SSTR5 foi mais expresso em meningiomas de grau I quando comparados com meningiomas grau II (p<0,013). O tempo mediano de seguimento foi de 18 meses com taxa de sobrevida livre de recorrência em 2 anos de 75,2%. Não houve associação significativa entre a expressão IH de SSTRs e as demais variáveis estudadas. Conclusões: A expressão de SSTRs foi evidenciada com frequência expressiva nesta amostra, com predomínio do SSTR2 e maior expressão do SSTR5 em tumores de grau I. Mais estudos quanto à ação destes receptores são necessários, visto que, o tratamento de meningiomas recorrentes e/ou refratários à radioterapia é considerado de conduta clínica incerta.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufcspa.edu.br/handle/123456789/379
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.requiresAdobe Readerpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto Imediato*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/*
dc.subjectMeningiomapt_BR
dc.subjectReceptores de Somatostatinapt_BR
dc.subjectImuno-Histoquímicapt_BR
dc.subject[en] Receptors, Somatostatinen
dc.subject[en] Immunohistochemistryen
dc.titleExpressão imuno-histoquímica dos cinco receptores de somatostatina (SSTR1-SSTR5) em meningiomapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
[DISSERTAÇÃO] Silva, Camila Batista de Oliveira
Tamanho:
3.61 MB
Formato:
Unknown data format
Descrição:
Texto completo
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Plain Text
Descrição: