Análise eletromiográfica de músculos cervicais e de tronco superior mediante posturas de facilitação do controle de cabeça em crianças com paralisia cerebral - abordagem segundo o conceito neuroevolutivo Bobath

dc.contributor.advisorPagnussat, Aline de Souza
dc.contributor.authorSimon, Anelise de Saldanha
dc.date.accessioned2016-10-11T18:08:38Z
dc.date.accessioned2023-10-09T13:51:27Z
dc.date.available2016-10-11T18:08:38Z
dc.date.available2023-10-09T13:51:27Z
dc.date.date-insert2016-10-11
dc.date.issued2014
dc.descriptionDissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.pt_BR
dc.description.abstractA Paralisia Cerebral (PC) é um distúrbio caracterizado por alterações no desenvolvimento do movimento e da postura, decorrentes de uma lesão cerebral não progressiva durante o desenvolvimento fetal ou infantil. Resulta em uma variedade de problemas sensóriomotores, ocasionando atraso ou distúrbio no desenvolvimento neuropsicomotor. O desenvolvimento do controle de cabeça é a aquisição motora mais básica no processo neuroevolutivo e depende da capacidade de integrar aferências vestibulares e proprioceptivas ao comando motor eferente das vias ventro-mediais de controle postural. O Conceito Neuroevolutivo Bobath agrupa técnicas de inibição, estimulação e facilitação como estratégias para resolução de problemas funcionais, focando na recuperação sensório-motora dos segmentos corporais acometidos, em oposição às compensações de movimento. O objetivo deste trabalho foi verificar a atividade eletromiográfica de músculos envolvidos no controle de cabeça, mediante duas posturas amplamente utilizadas como estratégia de facilitação do controle de cabeça, em crianças com diagnóstico de PC. Tratou-se de um ensaio clínico do tipo sequencial (crossover), no qual 31 crianças com diagnóstico clínico de PC quadriplégica e classificação em nível de IV a V na escala de avaliação da função motora Gross Motor Function Classification System (GMFCS), foram submetidas a dois manuseios para facilitação do controle de cabeça. O manuseio facilitarório foi realizado utilizando a articulação do quadril, ponto-chave de controle amplamente utilizado pelo método Bobath, nas posturas em decúbitos lateral e ventral, averiguando seus efeitos no incremento da atividade eletromiográfica de músculos cervicais e de tronco superior nos planos sagital, frontal e transverso. A captura dos sinais foi realizada ao nível da quarta vértebra cervical (C4) na musculatura paraespinhal, ao nível da décima vértebra torácica (T10) na musculatura paraespinhal e no músculo esternocleidomastóide (ECM). Os resultados demonstraram aumento da ativação muscular no sinal eletromiográfico de superfície (EMG) nos três pontos testados [C4 (P< 0.001), T10 (P< 0.001) and ECM (P= 0.02)] quando o manuseio foi realizado em decúbito lateral. O sinal EMG apresentou maior aumento ao nível de C4 em decúbito lateral, quando comparado ao decúbito ventral. No decúbito ventral na cunha, com manuseio do mesmo ponto-chave, houve aumento significativo da atividade EMG nos níveis T10 e ECM (P= 0.018 e P= 0.004, respectivamente), mas o mesmo não foi evidenciado na região do extensor cervical (C4 P= 0.38). A principal conclusão desta pesquisa foi que as duas posturas e manuseios, utilizando o ponto-chave de quadril, podem facilitar a ativação muscular cervical e ao nível de tronco superior, sendo o decúbito lateral, a melhor alternativa. Portanto, este manuseio facilitatório, baseado no Conceito Bobath, pode proporcionar à criança com sequelas sensório-motoras da PC, oportunidades positivas de controle de cabeça.pt_BR
dc.description.abstract-enCerebral palsy (CP) is a disorder characterized by alterations in development of movement and posture due to a non progressive damage in a fetal or infant development brain. This results in a variety of sensorimotor problems, cause delay or disorders in neurodevelopment. The development of head control is the most basic motor skill acquisition in neurodevelopmental process and depends on ability to integrate vestibular and proprioceptive afferents to motor command efferent by ventral-medial pathways of postural control. The Bobath concept grouping inhibition, stimulation and facilitation techniques as strategies for solving functional problems, focusing on sensorimotor recovery of affected body segments, as opposed to motion compensation. The objective of this study was to investigate the electromyographic activity of cervical muscles and upper trunk through two postures widely used for strategy to facilitate control head in children diagnosed with CP. Was a clinical trial of sequential type (crossover), in which 31 children with a clinical diagnosis of spastic quadriplegic and classification in level IV to V in scale for assessing motor function, Gross Motor Function Classification System (GMFCS), underwent to two handlings facilitation of head control. The facilitatory handling was performed using hip joint, key point of control widely used by Bobath concept in lateral and ventral decubitus, by examining their effects on increase of electromyography surface (EMG) activity in neck muscles and upper trunk on sagittal, frontal and transverse planes. The captures of signals were performed at fourth cervical vertebra (C4) in paraspinal muscles, at tenth thoracic vertebra (T10) in paraspinal muscles and at sternocleidomastoid muscle (SCM). Results showed increased muscle activation in electromyographic surface signal (EMG) in the three points tested [C4 (P< 0.001), T10 (P< 0.001) and SCM (P= 0.02)] when the handling was performed in lateral decubitus. EMG signal showed greater increase in C4 level on lateral posture compared to prone posture. In ventral decubitus in a wedge by handling the same key point, there was a significant increase in EMG activation in SCM and T10 levels (P= 0.018 and P= 0.004, respectively), but the same was not observed in cervical extensor region (C4 P= 0.38). The main conclusion of this study was that the two postures and handling, using the key point of control in the hip, may facilitate activation of cervical and upper trunk muscles, being the lateral decubitus, the best alternative. So this facilitatory handling, based on Neurodevelopmental treatment (NDT), can provide to child with sensory- motor sequelae of CP, positive opportunities for head control.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufcspa.edu.br/handle/123456789/223
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.requiresAdobe Readerpt_BR
dc.rightsAcesso Aberto Imediato*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/*
dc.subjectParalisia Cerebralpt_BR
dc.subjectEletromiografiapt_BR
dc.subjectPosturapt_BR
dc.subjectModalidades de Fisioterapiapt_BR
dc.subjectReabilitaçãopt_BR
dc.subject[en] Cerebral Palsyen
dc.subject[en] Electromyographyen
dc.subject[en] Postureen
dc.subject[en] Physical Therapy Modalitiesen
dc.subject[en] Rehabilitationen
dc.titleAnálise eletromiográfica de músculos cervicais e de tronco superior mediante posturas de facilitação do controle de cabeça em crianças com paralisia cerebral - abordagem segundo o conceito neuroevolutivo Bobathpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
[DISSERTAÇÃO] Simon, Anelise de Saldanha
Tamanho:
1.19 MB
Formato:
Unknown data format
Descrição:
Texto completo
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Plain Text
Descrição: