A influência da diálise peritoneal na qualidade de vida dos pacientes portadores de doença renal crônica

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
Wagner Wessfll
Resumo
Introdução: A doença renal crônica impõe limitações biológicas e físicas, uma das alternativas de substituição da função renal é a diálise peritoneal. Esta terapia realizada no domicílio do paciente exige dedicação, disciplina, muitos cuidados específicos e estabilidade emocional do paciente e familiares, que podem afetar a qualidade de vida. Objetivo: Analisar a influência da diálise peritoneal na qualidade de vida dos pacientes renais crônicos. Métodos: Pesquisa de método misto, explanatório sequencial, sendo a primeira etapa um questionário para levantamento de dados sociodemográficos e aplicação do instrumento KDQOL-SF™ 1.3 para avaliar qualidade de vida e, na segunda etapa, realização de entrevista semiestruturada em profundidade. Resultados: amostra de 42 pacientes, predomínio do sexo feminino 61,9%, com média de 53,7±16,6 anos. As dimensões do KDQOL SF™ 1.3 com escore médios que apresentaram melhor Qualidade de Vida foram: Estímulo da Equipe de Diálise, Limitações Emocionais, Satisfação do Paciente. Os domínios com piores escores foram: Status Profissional, Saúde Física, Sobrecarga da doença Renal. Conclusão: utilizar o KDQOL-SF™ 1.3 é valido para identificar os domínios mais afetados e mensurar o quanto a Qualidade de Vida dos pacientes é prejudicada. Assim é possível desenvolver estratégias que possam auxiliar o enfermeiro a prestar um cuidado integral e humanizado, como, a elaboração de uma cartilha educativa ilustrada, produto do mestrado profissional.
Descrição
Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ensino na Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
Palavras-chave
Doença Renal Crônica, Diálise Peritoneal, Qualidade de Vida, [en] Renal Insufficiency, Chronic, [en] Peritoneal Dialysis, [en] Quality of Life
Citação