Protocolo assistencial de enfermagem para atendimento a pacientes pediátricos em ventilação mecânica

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
Resumo
Introdução: a Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP) é reservada para acolher e tratar pacientes em condições críticas, que necessitam de um cuidado intensivo e de um grupo de profissionais qualificados auxiliados por recursos tecnológicos. Esses pacientes são atendidos por uma equipe multidisciplinar que deve ter competência técnica e habilidades para oferecer uma assistência segura à criança enferma. Rotineiramente, dentro de uma UTIP utiliza-se suporte ventilatório, e um deles é a ventilação mecânica (VM). A VM é destinada à criança com insuficiência respiratória aguda ou crônica agudizada, com o propósito de preservar as trocas gasosas; para esses pacientes, é necessário um cuidado específico que garanta a qualidade da assistência. Objetivo: elaborar um protocolo assistencial para a equipe de enfermagem específico para rotinas de cuidados com a VM em pacientes pediátricos. Método: estudo do tipo metodológico para a elaboração e implementação de um protocolo assistencial, contemplado em quatro etapas: revisão sistemática de literatura, elaboração da versão preliminar, validação com juízes especialistas e versão final do protocolo assistencial. A concordância entre as respostas dos juízes foi obtida por meio do Índice de Validade de Conteúdo (IVC), que adota como ponto de corte um valor maior que ou igual a 0,80. O IVC médio geral do protocolo foi igual a 0,98 (98%) de relevância teórica e pertinência prática. Resultados: foram contemplados quatro eixos no protocolo final: Aspiração Endotraqueal, Prevenção de Extubação Acidental, Prevenção à Pneumonia Associada à VM e Cuidados de Rotinas Diversos. O eixo de sedação e dor foi inserido no eixo de prevenção de extubação acidental, por decisão dos juízes. Os cuidados foram elencados dentro desses quatro eixos e, ao todo, foram selecionados 22 cuidados para compor o Protocolo Assistencial. Implicações práticas: dispor de protocolo com a descrição das melhores evidências científicas oportuniza a prestação de cuidados de enfermagem ao paciente pediátrico em ventilação mecânica, pautada na segurança e na padronização de condutas. Isso implicará a redução das complicações e do tempo de internação. Produto: o produto é a versão preliminar do Protocolo Assistencial de Enfermagem para atendimento a pacientes pediátricos em ventilação mecânica e uma proposta de checklist de cuidados essenciais ao paciente pediátrico em ventilação mecânica.
Descrição
Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
Palavras-chave
Protocolo Assistencial, Enfermagem, Pediatria, Ventilação Mecânica, [en] Nursing, [en] Pediatrics, [en] Respiration, Artificial
Citação