Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/667
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Silva, Carolina Duarte daTexto parcial414,31 kBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação da dor em pacientes sedados e intubados no centro de terapia intensiva adulto: implantação da escala Behavioral Pain Scale (BPS)
Authors: Silva, Carolina Duarte da
metadata.dc.contributor.advisor: Souza, Emiliane Nogueira de
metadata.dc.contributor.advisor-co: Wagner, Gabriela Peretti
Issue Date: 2018
Keywords: Dor
Medição da Dor
Unidades de Terapia Intensiva
Ventilação Mecânica
Sedação Profunda
[en] Pain
[en] Pain Measurement
[en] Intensive Care Units
[en] Respiration, Artificial
[en] Deep Sedation
Abstract: Introdução: Pacientes internados no Centro de Terapia Intensiva - Adulto (CTI-A) podem ter dificuldades de expressar a sua dor. A avaliação, registro e manejo da dor de pacientes sob efeito de sedativos e dependentes de ventilação mecânica, em um CTI-A é considerado complexo, pela subjetividade do fenômeno e características dos pacientes. Objetivos: Implantar a escala da escala Behavioral Pain Scale (BPS), para a avaliação da dor em pacientes internados em um CTI-A sedados e intubados. Desenvolvimento: Intervenção para a qual se utilizou a ferramenta PDSA (Plan-Do-Study-Act), realizada no CTI-A de um hospital geral na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Foi realizada a avaliação do conhecimento da equipe de enfermagem sobre a verificação da dor em pacientes sedados e intubados; após foi realizada a capacitação da equipe para a utilização do instrumento. Após o período de implantação, realizou-se uma análise dos registros da equipe de enfermagem nos prontuários dos pacientes avaliados com o instrumento, sendo realizada nova capacitação da equipe. O material para a capacitação foi elaborado pela pesquisadora com base na revisão de literatura. As sessões de capacitação foram realizadas em turnos inversos ao trabalho da equipe assistencial. A etapa de implantação ocorreu um mês após a finalização da capacitação e contou com colaboradores membros do Grupo da Dor, os quais foram facilitadores do processo, e que, diante das dúvidas e dificuldades na avaliação da dor por meio da escala BPS, realizavam novas orientações. Foram elaborados e distribuidos cartões de consulta rápida para os colaboradores, contendo a escala BPS para o momento da avaliação da dor à beira leito. Foi elaborado um Procedimento Operacional Padrão para ser disponibilizado no setor. Após três meses de implantação, foram avaliados os prontuários a fim de se verificar a qualidade dos registros e novas orientações à equipe assistencial de enfermagem foram realizadas. Implicações práticas: Uma nova prática assistencial na UTI-A foi instituída por meio da implantação de um instrumento de avaliação da dor em pacientes sedados e intubados, possibilitando à equipe de enfermagem uma avaliação precisa deste sinal vital, o que desencadeia condutas com o objetivo de proporcionar o alivio da dor e conforto aos pacientes, gerando uma assistência qualificada. A ferramenta do ciclo PDSA se mostrou útil e de fácil aplicabilidade para melhorias nos processos de trabalho da enfermagem. Produtos: Implantação do processo de avaliação da dor em pacientes sedados e intubados na UTI; o material didático para capacitação da equipe foi disponibilizado para o Programa de Educação Continuada da instituição; cartão de avaliação da dor à beira leito com a escala BPS; Procedimento Operacional Padrão (POP) para a instituição; capítulo para o livro Assistência de Enfermagem ao Paciente Neurológico (ISBN 9788599238387/Editora Moriá), denominado Dor no paciente neurológico.
metadata.dc.description.abstract-en: Introduction: Patients admitted to the adult Intensive Care Center (ICU-A) may have difficulties expressing their pain. The assessment, recording and management of patients’ pain under sedation and dependent on mechanical ventilation in an ICU-A is considered complex due to the subjectivity of the phenomenon and the characteristics of the patients. Aim: To implement the Behavioral Pain Scale (BPS) for the evaluation of pain in hospitalized patients in a sedated and intubated ICU-A. Development: Intervention for which the PDSA (Plan-Do-Study-Act) tool was used, carried out in the CTI-A of a general hospital in the city of Porto Alegre, state of Rio Grande do Sul, Brazil. The evaluation of the knowledge of the nursing team of the verification of pain in sedated and intubated patients was carried out; then the team was trained to use the instrument. After the implantation period, an analysis of the records of the nursing team on the patients’ charts was carried out, and the team was re-trained. The training material was elaborated by the researcher based on the literature review. The training sessions were held in the reverse order of the shifts of the care team. The implantation stage took place one month after the end of the training and had collaborators who were members of the Pain Group, who were facilitators of the process, and who, faced with the doubts and difficulties of the evaluation of pain on the BPS scale, made new recommendations. Employee briefing cards, containing the BPS scale for the evaluation of bedside pain, were prepared and distributed. A Standard Operating Procedure has been developed to be made available to the industry. After three months of implantation, the records were evaluated in order to verify their quality, and new guidelines for the nursing care team were made. Practical implications: A new care practice in the ICU-A was instituted through the implantation of an instrument for the evaluation of pain in sedated and intubated patients, allowing the nursing team to make an accurate evaluation of this vital signal, which triggers conducts with the aim of providing pain relief and comfort to patients, generating qualified care. The PDSA cycle tool proved to be useful and easy to apply for improvements in nursing work processes. Products: Implantation of the process of the evaluation of pain in sedated and intubated patients in the ICU; the didactic material for training of the team was made available to the institution's Continuing Education Program; cardiac evaluation of bedside pain on the BPS scale; Standard Operating Procedure (SOP) for the institution; chapter for the book Nursing Support for the Neurological Patient (ISBN 9788599238387), by Moriá Publishing House.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2019-04-23
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGENF - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License