Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/644
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Vescovi, GabrielaTexto parcial560,01 kBAdobe PDFView/Open
Title: Perda gestacional: Implicações para as famílias e experiência nos serviços de saúde
Authors: Vescovi, Gabriela
metadata.dc.contributor.advisor: Levandowski, Daniela Centenaro
Issue Date: 2018
Keywords: Aborto
Estado Conjugal
Comunicação em Saúde
Luto
[en] Abortion
[en] Conjugal Status
[en] Health Communication
[en] Bereavement
Abstract: A perda de um bebê durante a gestação apresenta características peculiares, como o não reconhecimento social, e se constitui em uma vivência emocionalmente complexa para todos os envolvidos. Esta dissertação tem como objetivo investigar a vivência de perda gestacional nas famílias. Realizou-se uma revisão sistemática da literatura sobre os impactos da perda gestacional na saúde mental, na conjugalidade e na parentalidade subsequente. Após, procedeu-se a um estudo empírico qualitativo que investigou a percepção e sentimentos de doze casais de diferentes estados brasileiros sobre os serviços de saúde acessados em função de perda gestacional. Os participantes responderam a uma entrevista semiestruturada submetida à Análise Temática (BRAUN; CLARKE, 2012). Os resultados da revisão da literatura indicaram uma associação entre histórico de perda gestacional e presença de sintomatologia psiquiátrica em mulheres, porém, o mesmo não foi observado entre este histórico e dificuldade de vinculação materna ao bebê subsequente. A revisão realizada apontou ainda para a necessidade de pesquisas que incluam metodologias qualitativas e considerem os aspectos socioculturais e a participação de outros membros da família. Já o estudo empírico encontrou predominância de percepções negativas dos casais em relação ao atendimento recebido nos serviços de saúde, destacando-se dificuldades na comunicação sobre a perda, ausência de cuidados em saúde mental, falta de suporte para o contato com o bebê falecido, bem como a negação do direito ao acompanhante. Estes aspectos sugerem que o não reconhecimento social da perda gestacional possa estar institucionalizado nos serviços de saúde, apontando para a necessidade de qualificação profissional e de reorganização dos serviços. Em conjunto, os estudos apontam para a relevância de dar maior visibilidade social a esse tema.
metadata.dc.description.abstract-en: Gestacional loss has some peculiar characteristics, as not being socially recognized, what makes this an emotionally complex experience for people involved with. This dissertation aims to investigate the experience of pregnancy loss. A systematic literature review was conducted on the impacts of pregnancy loss on mental health, marital relationship and subsequent parenting. Afterwards, a qualitative empirical study was carried out in order to investigate the perception and feelings of twelve couples living in different Brazilian states about the health services assessed due to gestational loss. Participants answered a semi-structured interview submitted to the Thematic Analysis (BRAUN; CLARKE, 2012). The results of sistematic literature review indicated an association between history of pregnancy loss and presence of psychiatric symptomatology in women, although this was not observed between that history and maternal bond with subsequent child. This review also pointed the need for studies that include qualitative methodologies and consider sociocultural aspects and participation of other family members. The empirical study found mainly negative perceptions of these couples about health care assistance, highlightening difficulties in communication about pregnancy loss, lack of mental health care, lack of support for contact with the deceased baby, and denial of the right to accompany during hospitalization. Findings suggests that the lack of social recognition of gestacional loss may be institucionalized in health services, pointing the need for professional qualification as well as for health services reorganization. Together, these two studies showed the relevance of a greater social visibility on this subject.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Psicologia e Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2019-01-08
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGPsico - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License