Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/638
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Cunha, Lúzie FofonkaTexto integral1,61 MBAdobe PDFView/Open
Title: Psicologia positiva e intervenções em gratidão
Authors: Cunha, Lúzie Fofonka
metadata.dc.contributor.advisor: Reppold, Caroline Tozzi
metadata.dc.contributor.advisor-co: Pellanda, Lucia Campos
Issue Date: 2018
Keywords: Psicologia Positiva
Intervenções em Psicologia Positiva
Gratidão
Intervenções em Gratidão
Bem-Estar
[en] Psychology
Abstract: O objetivo da dissertação foi avaliar intervenções em gratidão em relação a aspectos de saúde mental e bem-estar. Para isso, foi elaborado um capítulo, que descreveu o construto de gratidão e apresentou as intervenções em gratidão, e um artigo, que apresentou um ensaio clínico randomizado realizado com o objetivo de comparar o efeito de uma intervenção em gratidão com dois grupos controle em uma amostra de adultos sobre afeto, depressão, felicidade e satisfação com a vida. O capítulo aponta que as intervenções em gratidão demonstram resultados promissores na sua capacidade de provocar mudanças no bem-estar, mas a maioria dos estudos conta com importantes falhas metodológicas que dificultam a interpretação dos resultados. Além disso, são apresentadas algumas intervenções e é discutido como as diferenças individuais podem interferir na realização das mesmas. O artigo apresenta um ensaio clínico paralelo com 1337 participantes, randomizados entre um grupo de intervenção (Grupo Gratidão) e dois grupos controle (Grupo Dificuldades e Grupo Eventos Neutros). A intervenção consistiu na elaboração de listas diárias de gratidão durante 14 dias, nas quais os participantes enumeravam momentos pelos quais haviam se sentido gratos durante o dia. Os desfechos analisados foram afeto, depressão, felicidade e satisfação de vida. Além de um questionário sociodemográfico, foram utilizados cinco instrumentos: Escala de Afetos (EA), Escala de Depressão do Center for Epidemiological Studies (CES-D), Escala de Felicidade Subjetiva (SHS) e Escala de Satisfação com a Vida (ESV). As escalas foram aplicadas em três momentos: antes da intervenção, ao fim da intervenção e 14 dias após o término da intervenção. Antes da intervenção, os grupos não diferiram em nenhuma das variáveis analisadas e as perdas de seguimento foram aleatórias entre os três grupos. A intervenção em gratidão foi capaz de aumentar o afeto positivo, a felicidade subjetiva e a satisfação com a vida e reduzir o afeto negativo e os sintomas de depressão. Essa mudança foi superior aos grupos controle em relação aos afetos positivo e negativo. Nos outros construtos pesquisados, a intervenção em gratidão e a intervenção de eventos neutros provocaram mudanças semelhantes. Por fim, os resultados da pesquisa foram comparados com a literatura e foram elencadas limitações e sugestões para próximos estudos. Tanto o capítulo quanto o artigo auxiliam na compreensão aprofundada das intervenções em gratidão e contribuem para o crescimento da área, ajudando a preencher algumas lacunas no estudo das mesmas
metadata.dc.description.abstract-en: The purpose of this dissertation was to evaluate gratitude interventions regarding aspects of mental health and well-being. For this purpose, it was written a chapter, that described the construct of gratitude and presented the gratitude interventions, and an article, which presented a randomized controlled trial conducted with the objective of comparing the effect of a gratitude intervention on affect, depression, happiness and satisfaction with life, compared with two control groups in an adult sample. The chapter points out that gratitude interventions show promising results in their ability to bring about changes in well-being, but most studies have important methodological flaws that make it difficult to interpret the results. In addition, some interventions are presented, and it is discussed how individual differences can interfere in their realization. The article presents a parallel controlled trial with 1337 participants, randomized between an intervention group (Gratitude Group) and two control groups (Hassles Group and Neutral Events Group). The participants in the intervention group wrote daily lists of gratitude for 14 days, listing moments they had been grateful for during the day. The outcomes analyzed were affect, depression, happiness and life satisfaction. In addition to a sociodemographic questionnaire, the following instruments were also used: Affective Scale (EA), Center for Epidemiological Studies Depression Scale (CES-D), Subjective Happiness Scale (SHS) and Satisfaction with Life Scale (ESV). The outcomes were measured three times: before the intervention, at the end of the intervention and 14 days after the end of the intervention. Before the intervention, the groups did not differ in any of the analyzed variables and the follow-up losses were random between the three groups. The gratitude intervention was able to increase positive affect, subjective happiness and satisfaction with life, and reduce negative affect and depression symptoms. This change was greater than the control groups in relation to positive and negative affect. In the other outcomes analyzed, the gratitude intervention and the neutral events intervention caused similar changes. Finally, the results of the research were compared with the current literature and limitations and suggestions for future studies were listed. Both the chapter and the article help to the comprehension of the gratitude interventions and the filling of some gaps, contributing to the area's growth
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2018-12-10
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGCS - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License