Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/584
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Eugênio, Cláudia SevergniniTexto integral1,44 MBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação de uma política de visitação ampliada sob a ótica dos familiares acompanhantes e equipe assistencial
Authors: Eugênio, Cláudia Severgnini
metadata.dc.contributor.advisor: Souza, Emiliane Nogueira de
Issue Date: 2017
Keywords: Unidades de Terapia Intensiva
Visitas a Pacientes
Assistência Centrada no Paciente
Cuidador Familiar
Acompanhantes Formais em Exames Físicos
[en] Intensive Care Units
[en] Visitors to Patients
[en] Patient-Centered Care
[en] Caregivers
[en] Medical Chaperones
Abstract: Introdução: Os Centros de Tratamento Intensivo estão mudando suas políticas restritivas de visitação para uma visitação aberta ou ampliada, a fim de incluir a família junto com o paciente, reduzindo o sofrimento do internado e melhorando a satisfação dos familiares. Objetivo: Avaliar uma política de visitação ampliada sob a ótica dos familiares acompanhantes e da equipe assistencial. Método: Estudo transversal, realizado em um hospital privado da região Sul do Brasil. A população foi constituída por familiares acompanhantes de pacientes internados na UTI adulto e membros da equipe assistencial da unidade. A avaliação da política de visitação ampliada junto à equipe foi realizada por meio de um instrumento com 22 questões. O mesmo instrumento foi utilizado para a avaliação da política junto aos familiares acompanhantes. Os dados foram analisados de forma descritiva e analítica. Resultados: Participaram do estudo 95 sujeitos em cada grupo. As questões que apresentaram maior diferença de respostas entre os grupos foram às relacionadas à percepção de diminuição da ansiedade e estresse na família, na qual 72 familiares acompanhantes versus 15 membros da equipe assistencial responderam que sempre tem essa percepção. Obtenção de informações por permanecer ao lado do paciente, 67 familiares acompanhantes versus 20 membros da equipe assistencial responderam que sempre a família é informada, quanto às interferências no trabalho 53 familiares acompanhantes versus 07 membros da equipe assistencial concordaram nas respostas. Conclusão: O familiar acompanhante possui uma visão mais positiva da visita ampliada do que a equipe assistencial. Dentre os principais benefícios, destacam-se aspectos como diminuição da ansiedade e estresse no familiar, obtenção de maiores informações e contribuições para recuperação do paciente. A equipe assistencial entende que a visita ampliada causa interferência no trabalho.
metadata.dc.description.abstract-en: Background: Intensive Care Centers are changing their restrictive visitation policies to an open visitation to include the family along with the patient, reducing the patient suffering and improving family satisfaction. Objective: To evaluate a policy of visitation extended from the point of view of the care team and the family. Methods: A cross-sectional study performed at a hospital in the southern region of Brazil. The population was relatives of patients hospitalized in the adult ICU and members of the care team unit. The sample constisted by 95 members in each group. The assess of the policy of extended visitation to the team was performed through an instrument used in a previous study. The same instrument was used to evaluate the policy with family members. Data were analyzed in a descriptive, analytical and multivariate manner. After approval by the Ethics and Research Committee, data collection was initiated. Results: 95 subjects participated in the study. The questions that presented the greatest difference of responses between the groups were those related to the perception of decreased anxiety and stress in the family, in which 72 accompanying family members versus 15 members of the care team answered that they always have this perception. Regarding the information obtained, 67 family members attending versus 20 caregivers answered that the family is always informed about the interferences in the work. 53 accompanying family members versus 07 members of the care team agreed on the answers. Conclusion: The family member has a more positive view of the extended visit than the care team group. The principal benefits are anxiety and stress reduction in the family and contributions in the recovery of the patient.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2018-05-15
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGENF - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License