Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/582
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Bausch, Amanda BierhalsTexto integral2,55 MBAdobe PDFView/Open
Title: Educação permanente em saúde na modalidade a distância sobre dor vascular
Authors: Bausch, Amanda Bierhals
metadata.dc.contributor.advisor: Waterkemper, Roberta
Issue Date: 2017
Keywords: Medição da Dor
Cuidado de Enfermagem
Educação em Enfermagem
Educação a Distância
Tecnologia Educacional
[en] Pain Measurement
[en] Nursing Care
[en] Education, Nursing
[en] Education, Distance
[en] Educational Technology
Abstract: Introdução: A dor é definida como uma experiência emocional e sensorial desagradável, associada a uma lesão real ou potencial dos tecidos, ou descrita em função dessa lesão. Deve ser avaliada de forma individual, pois pode ser comunicada de várias maneiras, seja pela forma verbal, expressão facial ou limitação de movimentos. Há relação estatística entre dor e alterações fisiológicas em situações pós-operatórias, dificultando a recuperação completa do paciente. A avaliação e manejo inadequado da dor podem contribuir para o aumento do tempo de internação e recuperação cirúrgica. Uma das possibilidades de se conseguir melhorar a avaliação e o manejo da dor nas instituições de saúde é a educação, porém significativa e política. Um processo de educação significativo e político no trabalho é sinônimo de educação permanente em saúde. Esta, quando parte de problemas reais dos trabalhadores e vivenciados por eles, pode contribuir com a sensibilização e instrumentalização destes para a realização de mudanças de sua própria prática. Desta forma, é possível melhorar a avaliação e manejo da dor a partir de uma proposta de educação permanente. Este estudo teve como objetivo desenvolver uma proposta de educação permanente em saúde sobre avaliação e registro de dor vascular, para profissionais de enfermagem, na modalidade a distância. Método: Trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo pesquisa-ação em educação desenvolvida em quatro passos de caráter cíclico: 1º Passo: Planejamento, 2º Passo: Ação, 3º Passo: Observação e 4º Passo: Reflexão. Foi desenvolvida em um hospital geral de grande porte no Sul do Brasil. Participaram da proposta oito profissionais da equipe de enfermagem. Os dados foram coletados no período de maio e junho de 2017 através de roda de conversa e de fórum de discussão. Os dados foram organizados e analisados segundo a proposta operativa para análise de dados qualitativos de Minayo. Resultados: Como resultado foi construído um curso em EaD sobre avaliação e registro da dor pela enfermagem. Ainda, foram construídas oito categorias temáticas: Aquilo (Dor) que não se pode quantificar é mais difícil de avaliar: a subjetividade da dor; Avaliando sem saber que está: eu acredito na sua dor e me coloco no seu lugar; A dor no trabalho: sobrevivendo à “dor” para manejar a dor do outro; A dor do paciente vascular é diferente das outras: INTENSA; Experienciando um momento de reflexão sobre dor; Construção de novos saberes a partir de uma proposta de EPS; A influência desta proposta no conhecimento e na prática diária; 6 Conversando sobre o método utilizado. Considerações finais: É necessária maior disseminação do conhecimento e educação sobre a avaliação e o registro da dor. Este processo deve se iniciar durante a formação e estender-se durante a prática, seja com a busca pessoal de conhecimento ou então em atividades de educação permanente em saúde proporcionadas pelas instituições onde os profissionais estiverem inseridos.
metadata.dc.description.abstract-en: Introduction: Pain is defined as an unpleasant emotional and sensory experience, associated with a real or potential tissue wound, or described based on this wound. It should be assessed individually, since it may be communicated in several ways: through words, the facial expression or the limitation of movements. There is a statistical relationship between pain and physiological alterations in postoperative situations, which hinders the patient’s full recovery. The improper assessment and handling of pain may contribute to the increase in the internment and surgery recovery times. One of the possibilities is to improve the assessment and handling of pain in the health institutions through significant and political education programs. A significant and political educational process at work means a permanent health education (EPS). When this education is based on real problems experienced by the workers, this may contribute to their awareness raising and instrumentation towards the introduction of changes to their own practice. Therefore, it is possible to improve the assessment and handling of pain from a permanent education proposal. The purpose of this study was to develop a permanent health education proposal (concerning the assessment and registration of vascular pain) for nursing professionals, in the distance education modality. Method: It is a piece of qualitative research, of the type educational research-action, developed in four cyclic steps: 1st Step: Planning, 2nd Step: Action, 3rd Step: Observation, and 4th Step: Reflection. The research has been carried out in a large general hospital located in the South region of Brazil. Eight nursing professionals have taken part in the proposal. The data were collected from May to June 2017 during round-table and forum discussions. The data have been organized and analyzed according to Minayo’s operational proposal for analyzing qualitative data. Results: As a result, the nursing professionals have created a distance education course regarding the assessment and registration of pain. Moreover, eight theme categories have been established: That (Pain) we cannot quantify is harder to assess: the subjectivity of pain; Assessing without knowing you are doing so: I believe in your pain and I put myself in your shoes; The pain at work: surviving “pain” in order to handle somebody else’s pain; The vascular patient’s pain is different from the other pains: INTENSE; Experiencing a moment of reflection about pain; Construction of new understandings from an EPS proposal; The influence of this proposal on the knowledge and on the daily practice; Talking about the method used. 8 Final considerations: A greater dissemination of the knowledge and education about the assessment and registration of pain is required. This process shall start during the workers’ professional training and continue during their practice, either through the personal search for knowledge or through permanent health education activities provided by the institutions where they are inserted.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2018-05-15
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGENF - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License