Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/565
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Silva, Rafaela da CostaTexto integral3,13 MBAdobe PDFView/Open
Title: Educação a distância com o uso da metodologia da problematização aplicada na formação permanente sobre sepse para a equipe de saúde
Authors: Silva, Rafaela da Costa
metadata.dc.contributor.advisor: Cazella, Sílvio César
metadata.dc.contributor.advisor-co: Caregnato, Rita Catalina Aquino
Issue Date: 2017
Keywords: Sepse
Educação Permanente
Educação a Distância
Metodologia de Problematização
[en] Sepsis
[en] Education, Continuing
[en] Education, Distance
[en] Methodology
Abstract: Introdução: A sepse considerada um problema mundial de saúde pública, afeta milhões de pessoas no ano, é definida como uma resposta sistêmica do hospedeiro à infecção, sendo caracterizada pela disfunção aguda de órgãos secundária à infecção, podendo evoluir para choque séptico, caracterizado por sepse grave associado à hipotensão não revertida com ressuscitação fluída. Nessa perspectiva existe a necessidade de formação permanente dos profissionais da saúde envolvidos no cuidado destes pacientes. Objetivo: Desenvolver e aplicar um curso sobre sepse na perspectiva da educação permanente através da Plataforma Moodle com o uso da Metodologia da Problematização para qualificar profissionais da saúde. Método: Trata-se de um estudo de método misto, de caráter exploratório e natureza aplicada, com o uso da análise de conteúdo proposta por Bardin. Resultados: Perfil dos 12 participantes do curso, 91,67% do sexo feminino; média de idade 31,66 anos; 75% enfermeiros; média de formação 4,68 anos; 66,7% especialistas e 8,3% mestres; 41,7% atuantes em Unidade de Terapia Intensiva. Em relação ao conhecimento prévio dos participantes, 100% tinham ciência sobre o que é sepse e 25% tinham ciência sobre o que é a metodologia da problematização. Quanto à realização de cursos na modalidade à distância: 91,7% afirmaram ter realizado e concluído; se fosse na modalidade presencial 58,3% afirmaram não ter condições de realizar, 33,3% por dificuldade no descolamento até os locais onde os cursos são realizados. Evidenciou-se elevado nível de concordância nas afirmativas avaliadas através da escala Likert, com 67% satisfeitos e 75% sem dificuldades quanto à metodologia da problematização. A análise qualitativa permitiu o levantamento de três categorias temáticas e subcategorias: Profissional assistencial (papel assumido e desvalorização do tema sepse); Vivência cotidiana (organização do trabalho, processo de formação e aprendizagem e sensibilização dos resultados); e Plano de ação como sugestão de melhoria (serviço e profissional). Conclusão: O produto educacional gerado materializou-se na construção de um curso sobre sepse à distância utilizando a Metodologia da Problematização, na intenção de qualificar os profissionais de saúde e como uma ferramenta de fácil acesso, dinâmica e útil, servindo para o aperfeiçoamento e atualização do profissional. O curso ficou alojado na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) como forma de subsídio para futuras edições.
metadata.dc.description.abstract-en: Introduction: Sepsis is defined by the host’s systemic response to infection, characterized by the acute organ dysfunction, which may evolve to septic shock, which is characterized by severe sepsis associated to hypotension not reversed with fluid replacement. In this perspective, there is need for permanent training of the healthcare professionals involved with caring for sepsis patients. Objective: To engineer and apply a permanent education course for sepsis, developed at the Moodle Platform, using Problem-solving methodology to qualify healthcare professionals. Method: The study is a mixed method study, of exploratory and applied natures, which uses content analysis as proposed by Bardin. Results: Profile of the 12 course participants: 91,67% females; average age: 31,66 years; 75% of nurses; average years of training: 4,68; 66,7% of specialists and 8,3% with a master’s degree; 41,7% working at an Intensive Care Unit. About previous knowledge of the participants, 100% heard about what sepsis is, and 25% were familiar with problem-solving methodologies. 91,7% report having started and concluded a Distance education course; was the course ministered in person, 58,3% report that they would not be able to take it, 33,3% due to difficulties in moving to the location were the course was administered. There was high concordance between the affirmatives evaluated through the Likert scale, with 67% of the participants satisfied with the course and 75% reporting no struggles to understand Problem-solving methodologies. The qualitative analysis allowed the identification of three themed categories and subcategories: Assisting professional (assumed roles and depreciation of the theme “sepsis”); Daily experience (workflow organization, training and learning processes and awareness of results); and Action Plans as suggestions of improvement (work-wise and professionaly). Conclusion: The educational product generated turned into the engineering of a distance education course using the Problem-solving methodology, with the intent of qualifying healthcare professionals and as a user-friendly, dynamic and useful tool, contributing to the betterment and updating of the healthcare professional. The course is hosted at Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) as a means of subsidy for future editions.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ensino na Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2017-10-25
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGENSAU - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License