Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/531
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Milanesi, RafaelaTexto integral8,27 MBAdobe PDFView/Open
Title: Preceptoria na residência multiprofissional em saúde: vivência do ser preceptor na ênfase de atenção ao paciente crítico
Authors: Milanesi, Rafaela
metadata.dc.contributor.advisor: Canabarro, Simone Travi
metadata.dc.contributor.advisor-co: Caregnato, Rita Catalina Aquino
Issue Date: 2016
Keywords: Ensino
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Preceptoria
Internato não Médico
Cuidados Críticos
[en] Teaching
[en] Health Human Resource Training
[en] Preceptorship
[en] Internship, Nonmedical
[en] Critical Care
Abstract: Introdução: Residências Multiprofissionais em Saúde (RMS) são programas de integração ensino-serviço-comunidade, compostos por no mínimo três profissões, caracterizados por ensino em serviço sob supervisão do profissional preceptor. Objetivo: Explorar as vivências dos preceptores de dois programas de RMS na área de ênfase da atenção ao paciente crítico. Método: Misto sequencial [QUAL→quan], de natureza aplicada, empreendido através de um estudo de casos múltiplos (A e B). Resultados: Perfil dos 31 sujeitos da fase quantitativa por unidades-caso, respectivamente: 80% e 85,7% mulheres; média de idade de 34,5 e 35,2 anos; enfermeiros em sua maioria 40% e 42,8%; formados entre 1988 e 2012; 90% e 90,5% possuíam pós-graduações concluídas. Quanto à preceptoria: tempo médio de 2 anos e 6 meses e 1 ano e 10 meses; 90% e 85,7% não dispunham de carga horária semanal específica; na unidade-caso A recebiam incentivo financeiro; para 60% e 76,2% não foi a primeira experiência de ensino, mas 100% e 81% sem experiência prévia como preceptor; 50% e 14,3% realizaram formação pedagógica pregressa. Elevado nível de concordância com as afirmativas avaliadas através da escala Likert. Na segunda etapa foram realizadas 14 entrevistas, que permitiram a categorização em quatro categorias temáticas e subcategorias: profissional preceptor (papel assumido, competências necessárias, formação pedagógica pregressa); vivência cotidiana (organização do trabalho, processo de ensinoaprendizagem, processo de avaliação dos residentes, atividades extra práxis); aspectos relevantes da preceptoria (negativos, positivos); sugestões para melhoria (valorização do preceptor, melhoria dos programas de RMS). Com base nos dados, desenvolveu-se um produto educacional sob a forma de um site destinado aos preceptores da RMS. Conclusão: Houve consenso entre os participantes quanto à satisfação proporcionada pelo processo de preceptoria, entretanto relatos de sobrecarga de trabalho devido à concomitância das atividades assistenciais e de ensino, a falta de carga horária específica para a atividade e a não remuneração da função ainda são fatores dificultadores para essa prática. Como produto educacional resultante desta pesquisa criou-se um site direcionado aos preceptores como ferramenta de fácil acesso, dinâmica e útil, servindo para o aperfeiçoamento e atualização.
metadata.dc.description.abstract-en: Introduction: Multiprofessional Residency in Health (MRH) refers to teachingservice-community integration programs, composed of at least three professions, characterized by in-service training under the supervision of the professional preceptor. Objective: To explore the experiences of preceptors from two MRH programs in the field of emphasis in healthcare to critically ill patients. Method: Sequential mixed method design [QUAL→quan] of applied nature, carried out through a study of multiple cases (A and B). Results: Profile of the 31 subjects from the quantitative phase by case-units, respectively: 80% and 85.7% were women; average age of 34.5 and 35.2 years old; nurses mostly graduated between 1988 and 2012 (40% and 42.8%); 90% and 90.5% had completed post-graduate courses. Regarding the preceptorship: average time of 2 years and 6 months and 1 year and 10 months; 90% and 85.7% did not have specific weekly working hours; in case-unit A they received financial incentive; for 60% and 76.2% this had not been their first teaching experience, but 100% and 81% lacked previous experience as a preceptor; 50% and 14.3% had had previous pedagogical training. There was a high level of agreement with the statements evaluated by Likert scale. In the second stage, 14 interviews were conducted, which allowed the categorization of four thematic categories and subcategories: professional preceptor (undertaken role, required skills, previous pedagogical training); daily experience (work organization, teachinglearning process, residents’ evaluation process, extra praxis activities); relevant aspects of preceptorship (negative and positive); suggestions for improvement (preceptors’ appreciation, improvement of MRH programs). Based on the data, we developed an educational product in the form of a website designed for MRH preceptors. Conclusion: There has been consensus among participants on the satisfaction provided by the preceptorship process. However, reports on work overload due to the concomitance of healthcare and teaching activities, lack of specific workload for the activity and the non-compensation of the function are still complicating factors to such practice. As an educational product resulting from this research, a website was created targeted at preceptors as a tool for easy access, which is dynamic and useful, serving for improvement and updating of such professionals.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ensino na Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2017-09-25
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGENSAU - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License