Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/480
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Schuhmacher Neto, RobertoTexto integral3,09 MBAdobe PDFView/Open
Title: Achados tomográficos da tuberculose pulmonar em pacientes submetidos a transplante hepático
Authors: Schuhmacher Neto, Roberto
metadata.dc.contributor.advisor: Hochhegger, Bruno
Issue Date: 2016
Keywords: Tuberculose
Tomografia Computadorizada
Transplante de Fígado
[en] Tuberculosis
[en] Tomography, X-Ray Computed
[en] Liver Transplantation
Abstract: Introdução: A tuberculose (Tb) pulmonar é uma doença que merece destaque por sua alta incidência e morbimortalidade na população mundial, especialmente na população brasileira. O diagnóstico acurado da Tb é muitas vezes um desafio em pacientes submetidos a transplante hepático devido a sua apresentação clínica muitas vezes atípica e a falta de conhecimento das manifestações mais comuns nos exames de imagem. Objetivos: O objetivo deste estudo foi avaliar os achados de tomografia computadorizada de alta resolução (TCAR) em pacientes submetidos a transplante hepático com diagnóstico de tuberculose pulmonar. Foram avaliados ainda os segmentos pulmonares mais acometidos para cada padrão tomográfico encontrado. Material e Métodos: Foram revisados os achados de TCAR de 19 pacientes submetidos a transplante hepático diagnosticados com tuberculose pulmonar. Os pacientes incluídos foram onze homens e oito mulheres, com idade entre 23 e 65 anos e média de 57 anos. O diagnóstico foi estabelecido através da detecção do Mycobacterium tuberculosis em lavado broncoalveolar, escarro ou biópsia. As TCAR foram revisadas de forma independente por dois observadores que chegaram a uma decisão consensual. Os padrões tomográficos foram classificados como 1. Nódulos miliares; 2. Escavação e nódulos centrolobulares arborescentes; 3. Atenuação em vidro fosco e consolidação; e 4. Linfadenomegalia mediastinal. VI Resultados: O tempo entre o transplante e o diagnóstico de tuberculose pulmonar variou de 7 a 153 dias, com uma média de 79 dias. O padrão principal à TCAR foi o de escavação e nódulos centrolobulares arborescentes (79%), seguido de linfadenomegalia mediastinal (10,4%), atenuação em vidro fosco e consolidação (5,2%) e nódulos miliares (5,2%). Nenhum dos pacientes apresentou derrame pleural. A escavação e os nódulos centrolobulares arborescentes tiveram predominância nos lobos superiores, e as opacidades com atenuação em vidro fosco e consolidação tiveram predominância na língula e lobo médio. Conclusão: O principal padrão de TCAR na tuberculose pulmonar em pacientes submetidos a transplante hepático foi escavação e nódulos centrolobulares arborescentes.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2017-07-31
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGPAT - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License