Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/383
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Huf, FernandaTexto integral1,32 MBAdobe PDFView/Open
Title: Efeito da associação do etanol e do tabaco nas células do giro denteado do hipocampo
Authors: Huf, Fernanda
metadata.dc.contributor.advisor: Fernandes, Marilda da Cruz
metadata.dc.contributor.advisor-co: Gomez, Rosane
Issue Date: 2015
Keywords: Etanol
Tabaco
Apoptose
Neuroglia
[en] Ethanol
[en] Tobacco
[en] Apoptosis
Abstract: Introdução: O álcool e o tabaco são drogas lícitas de alto consumo mundial. Sabe-se que álcool provoca muitas comorbidades no sistema cardiovascular, gastrointestinal e age sobre o sistema nervoso central (SNC) afetando a neurogênese e apoptose celular, podendo atuar também sobre as células gliais. O tabaco por sua vez, está associado a inúmeras mortes por ano, relacionado ao câncer principalmente de pulmão. Tem a nicotina como principio ativo e esta causa alterações no SNC, principalmente alterando sinapses. Pouco se sabe sobre os efeitos dessas drogas no SNC quando usadas em associação, principalmente no que diz respeito à de fumaça do cigarro e não somente à nicotina. Objetivo: avaliar a apoptose e alterações em células glias de ratos Wistar expostos ao etanol e fumaça de cigarro, bem como a sua associação. Materiais e métodos: foram utilizados 40 ratos Wistar machos adultos, divididos em quatro grupos: grupo controle (CTR), grupo álcool (ALC), grupo tabaco (TAB) e grupo álcool e tabaco (ALCTAB), que receberam etanol, via gavagem e foram expostos a fumaça de 12 cigarros diariamente por 57 dias. Utilizou-se a técnica de imuno-histoquímica para caspase-3 e anti-GFAP, em cortes do giro denteado do hipocampo desses animais. A quantificação foi feita por contagem das células em apoptose e densitometria óptica (DO) das células GFAP positivas. Resultados: para a apoptose encontramos valores estatisticamente significativos para o grupo TAB quando comparado ao CTR e para o grupo ALCTAB quando comparado ao grupo CTR e ao grupo ALC. Na DO observamos valores inferiores e estatisticamente significativos para o grupo ALC, TAB e ALCTAB em relação ao CTR. Conclusão: Nas nossas condições experimentais principalmente a fumaça do cigarro levou a apoptose no giro denteado do hipocampo, tanto de maneira separada como em associação e também as drogas provocaram alterações nas células gliais.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Patologia, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2016-10-24
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGPAT - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License