Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/322
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Aydos, Maria Eugênia DeutrichTexto integral312,4 kBAdobe PDFView/Open
Title: Acompanhamento do estado nutricional de pacientes submetidos ao transplante hepático ao longo de um ano
Authors: Aydos, Maria Eugênia Deutrich
metadata.dc.contributor.advisor: Marroni, Cláudio Augusto
Issue Date: 2014
Keywords: Transplante de Fígado
Avaliação Nutricional
Cirrose Hepática
Impedância Elétrica
[en] Liver Transplantation
[en] Nutrition Assessment
[en] Liver Cirrhosis
[en] Electric Impedance
Abstract: Introdução: A avaliação nutricional é fundamental na investigação de alterações associadas às hepatopatias. A escolha do método para a avaliação nutricional dos pacientes submetidos ao transplante hepático é essencial para um diagnóstico preciso, tanto no período pré quanto pós-operatório para um adequado acompanhamento do estado nutricional. Objetivos: Avaliar e comparar o estado nutricional de pacientes cirróticos pré e pós-transplante de fígado ao longo de um ano de acompanhamento por diferentes métodos de avaliação nutricional. Métodos: Foram avaliados pacientes submetidos ao transplante hepático em cinco momentos: pré-transplante, 1 mês, 3, 6 e 12 meses após a realização do procedimento na Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, Porto Alegre, RS, Brasil. Os métodos empregados para a avaliação nutricional foram antropometria, força do aperto de mão não dominante (FAM) por dinamometria, espessura do músculo adutor do polegar (MAP) e ângulo de fase (AF) por bioimpedância elétrica (BIA). Em todas as avaliações, foram aferidas todas as medidas, conforme protocolo. Para a análise estatística, foi considerado nível de significância de 5% (p≤0,05). Resultados e discussão: Foram realizadas avaliações em uma coorte de 22 pacientes. Os métodos que mostraram maior prevalência de pacientes desnutridos no pré-transplante foram o AF pela BIA (25%), a circunferência muscular do braço (CMB) (21,9%) e a circunferência do braço (CB) (18,8%). Comparando o estado nutricional dos pacientes ao longo do acompanhamento, houve diferença significativa apenas nos métodos de avaliação da CB (p=0,009), prega cutânea tricipital (p=0,044) e AF pela BIA (p=0,008). Ao final do acompanhamento, os métodos de avaliação nutricional foram novamente comparados e apresentaram diferença significativamente estatística (p=0,049), sendo a FAM o método de maior detecção de desnutrição. Conclusão: Sugere-se que o método de AF pela BIA possa ser mais amplamente utilizado para essa população, pois os resultados vão ao encontro de outros achados na literatura, sendo significativos, confiáveis e reprodutíveis.
metadata.dc.description.abstract-en: Introduction: Nutritional assessment is crucial in the investigation of changes associated with liver diseases. Choosing the method of nutritional assessment of patients undergoing liver transplantation is essential for an accurate diagnosis, both in the pre and post-operative period, to ensure adequate monitoring of the nutritional status. Objectives: To evaluate and compare the nutritional status of cirrhotic patients before and after liver transplantation over a year of monitoring by different methods of nutritional assessment. Methods: Patients undergoing liver transplantation were assessed in five phases: pre-transplant, 1, 3, 6 and 12 months after transplantation at the hospital Santa Casa de Misericordia de Porto Alegre, in Porto Alegre, RS, Brazil. The methods used for nutritional assessment were anthropometry, grip strength of the non-dominant hand (HGS) by dynamometry, thickness of the adductor pollicis muscle (APM) and phase angle (PA) by bioelectrical impedance analysis (BIA). In all evaluations, all measurements were taken according to protocol. For the statistical analysis, we considered a significance level of 5% (p≤0.05). Results and discussion: Evaluations were performed in a cohort of 22 patients. Methods that showed a higher prevalence of malnourished patients before transplantation were the PA by BIA (25%), arm muscle circumference (AMC) (21.9%) and arm circumference (AC) (18.8%). When comparing the nutritional status of patients during follow-up, there was a significant difference only in the evaluation methods of AC (p=0.009), triceps skinfold thickness (p=0.044) and PA by BIA (p=0.008). At the end of follow-up, the methods of nutritional assessment were again compared. They showed a significant statistical difference (p=0.049), with HGS being the method that better detected malnutrition. Conclusion: It is suggested that the method PA by BIA could be more widely used with this population since the results are consistent with other findings in the literature and are significant, reliable, and reproducible.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Medicina: Hepatologia, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2016-10-18
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGHEP - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License