Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/268
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Silva, Vanessa Giendruczak daTexto integral2,54 MBAdobe PDFView/Open
Title: Efeito agudo do treinamento muscular inspiratório com diferentes sobrecargas sobre o controle autonômico de indivíduos saudáveis: um estudo randomizado cruzado
Authors: Silva, Vanessa Giendruczak da
metadata.dc.contributor.advisor: Plentz, Rodrigo Della Méa
metadata.dc.contributor.advisor-co: Tartari, Janice Luisa Lukrafka
Issue Date: 2013
Keywords: Exercícios Respiratórios
Capacitação
Sobrecarga
Sistema Nervoso Autônomo
[en] Breathing Exercises
[en] Training
[en] Autonomic Nervous System
Abstract: Introdução: O ciclo ventilatório exerce forte influência sobre o sistema nervoso autônomo (SNA) induzindo ajustes para promover a interação cardiopulmonar. Objetivo: Verificar o efeito agudo de diferentes sobrecargas de treinamento muscular inspiratório (TMI) sobre a modulação do SNA cardiovascular em indivíduos saudáveis. Métodos: Ensaio clínico randomizado do tipo cruzado (cross-over) em que foi avaliado o efeito de uma sessão de TMI a 30% e 60% da pressão inspiratória máxima (PImáx). Foram incluídos voluntários saudáveis e sedentários de ambos os sexos, com idade entre 18 e 35 anos. A força muscular inspiratória foi avaliada através da PImáx com manovacuômetro digital MVD 300, escalonado em  300 cmH2O. As medidas foram realizadas previamente a cada dia de sobrecarga. Os sinais da frequência cardíaca foram adquiridos pelo monitor Polar® RS800CX e foi realizada a análise da variabilidade da frequência cardíaca (VFC) após a sessão de TMI com o dispositivo pressórico linear Powerbreathe® nos primeiros 10 minutos (agudo), 60 minutos (subagudo) e, após 24h (tardio). Resultados: Foram avaliados dezenove indivíduos (47% homens, 25±5 anos). Na fase aguda apenas com 60% da PImáx houve redução significativa da variabilidade dos intervalos RR e no componente de alta frequência (HFnu), enquanto que o componente de baixa frequência (LFnu) e o balanço autonômico (LF/HF) aumentaram significativamente. Na fase subaguda, o mesmo comportamento foi observado para HFnu, LFnu, LF/HF. Quando comparadas as sobrecargas, houve aumento significativo na magnitude do efeito a 60% PImáx para NN50, LF/HF, LFnu, HFnu na fase aguda, bem como, para RR,NN50, LFnu e HFnu na fase subaguda (p<0,05). Conclusão: O efeito agudo do TMI a 60% da PImáx foi maior que 30% PImáx na modulação do SNA cardiovascular de indivíduos saudáveis.
metadata.dc.description.abstract-en: Introduction: Ventilatory cycle exerts strong influence on autonomic nervous system (ANS) inducing adjustments to promote cardiopulmonary interaction. Objective: Evaluate the acute effect of different loads inspiratory muscle training (IMT) in cardiovascular ANS modulation in healthy. Methods: Randomized crossover trial. The subjects performed a single session with 30% and 60% overload of maximal inspiratory pressure (MIP). Sedentary healthy volunteers of both sexes, aged between 18 and 35 years were included. Inspiratory muscle strength was assessed by MIP with digital manometer MVD 300, adjusted in  300 cmH2O. The measurements were performed prior to each day of overload. Heart rate signal were acquired by Polar ® RS800CX monitor and heart rate variability (HRV) analysis was performed after TMI single session with linear pressure device Powerbreathe® in the first 10 minutes (acute), 60 minutes (subacute) and after 24h (late). Results: Were evaluated 19 subjects (47% men, 25 ± 5 years). In the acute phase, only with 60% of MIP, RR intervals and high frequency component (HFnu) decreased significantly whereas low-frequency component (LFnu) and autonomic balance (LF / HF) increased significantly just after 60% of MIP. Same behavior were observed with HFnu, LFnu, LF/HF at the subacute phase. When compared the different overloads, there was significant increase in the magnitude of the effect to 60% MIP for NN50, LF / HF, LFnu, HFnu in the acute phase as well as for RR, NN50, LFnu and HFnu in subacute phase (p <0.05). Conclusions: The acute effect of IMT 60% MIP was greater than 30% MIP in cardiovascular ANS modulation in healthy.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2016-10-14
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGCS - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License