Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/264
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Becker, Roberta OriquesTexto integral987,13 kBAdobe PDFView/Open
Title: Comportamento sexual e densidade de espinhos dendríticos na amígdala medial póstero-dorsal de camundongos Knockout para o gene da ocitocina
Authors: Becker, Roberta Oriques
metadata.dc.contributor.advisor: Giovenardi, Márcia
metadata.dc.contributor.advisor-co: Rasia Filho, Alberto Antonio
Issue Date: 2013
Keywords: Camundongos OTKO
Camundongos Knockout
Comportamento Sexual
Método de Golgi
Amígdala
Vasopressinas
Ovulação
[en] Mice, Knockout
[en] Sexual Behavior
[en] Amygdala
[en] Vasopressins
[en] Ovulation
Abstract: Os neuropeptídeos ocitocina (OT) e arginina-vasopressina (AVP) desempenham um importante papel no comportamento sexual e nos mecanismos neurohormonais em roedores. Os resultados da administração exógena de OT no comportamento sexual de machos e fêmeas são controversos. Este trabalho teve como objetivo analisar o papel da OT na modulação do comportamento sexual e na densidade de espinhos dendríticos proximais dos neurônios da amígdala medial póstero-dorsal (AMePD) de camundongos fêmeas com deleções seletivas no gene da OT (OTKO). Camundongos fêmeas (C57BL/6) foram genotipados e divididos em grupos controle (WT) e OTKO. Os experimentos foram realizados no ínicio da noite do proestro. Nossos resultados mostraram que o grupo OTKO apresentou um aumento na latência e uma diminuição na frequência, na duração e no quociente do comportamento de lordose quando comparado ao grupo WT. Além disso, o grupo OTKO apresentou uma diminuição no número de oócitos e um aumento na densidade de espinhos dendríticos proximais na AMePD quando comparado ao grupo WT. Nenhuma diferença significativa foi observada entre os grupos na concentração plasmática de AVP. Em conclusão, nossos dados sugerem que a OT modula o comportamento sexual, o número de oócitos e a densidade de espinhos dendríticos na AMePD de camundongos fêmeas.
metadata.dc.description.abstract-en: Neuropeptides oxytocin (OT) and arginine-vasopressin (AVP) have been shown to play an important role in sexual behavior and neurohomonal mechanisms in rodentes. Results from exogenous OT administration on sexual behaviors in male and female mice are controversies. This study aimed to analyze the role of OT in the modulation of sexual behavior and density of proximal dendritic spines in the posterodorsal medial amygdala (MePD) in female mice with selective deletions of the OT gene (OTKO). Female mice C57BL/6 were genotyped and divided into control (WT) and OTKO groups. The experiments were performed in the beginning of the night of the proestrus phase. Our results showed that OTKO group increased in latency and decreased in the frequency, duration and quotient of lordosis behavior when compared to WT group. Moreover, the OTKO group decreased the number of oocytes and increased density of proximal dendritic spines in the MePD when compared to the WT group. No significant difference was observed in the plasma levels of AVP between groups. In conclusion, our data suggest that OT modulates the sexual behavior, the number of oocytes and the density of dendritic spines in the MePD of female mice,
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2016-10-14
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGCS - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License