Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/235
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Pereira, Thayse SteffenTexto integral707,51 kBAdobe PDFView/Open
Title: Associação entre a manutenção de hábitos orais deletérios e as estruturas e funções do sistema estomatognático em crianças de 0 a 12 anos
Authors: Pereira, Thayse Steffen
metadata.dc.contributor.advisor: Cardoso, Maria Cristina de Almeida Freitas
metadata.dc.contributor.advisor-co: Oliveira, Fabiana
Issue Date: 2015
Keywords: Comportamento de Sucção
Hábitos Linguais
Atenção Primária à Saúde
Sistema Musculoesquelético
Fonoaudiologia
Saúde Bucal
[en] Sucking Behavior
[en] Tongue Habits
[en] Primary Health Care
[en] Musculoskeletal System
[en] Speech, Language and Hearing Sciences
[en] Oral Health
Abstract: OBJETIVO: Verificar a ocorrência e associar a presença e a manutenção de hábitos orais deletérios com as estruturas e funções do Sistema Estomatognático, quanto aos aspectos de fala, oclusão e respiração, na percepção dos responsáveis. MÉTODOS: Estudo transversal, de caráter exploratório. A participação dos sujeitos foi formalizada mediante assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. A amostra, não probabilística, foi composta por 289 crianças de 0 a 12 anos atendidas em uma unidade de estratégia de saúde da família. Os dados foram obtidos através de um questionário de identificação de hábitos deletérios aplicado com os responsáveis pelas crianças. Os resultados foram considerados a um nível de significância de 5% e as análises foram realizadas utilizando o programa SPSS versão 19.0 e o teste qui-quadrado de associação para análise das variáveis categóricas. RESULTADOS: O índice de aleitamento materno foi de 85%, entretanto, apenas 32,4% foram amamentados exclusivamente até os seis meses. Os hábitos mais prevalentes e mantidos atualmente foram a mamadeira (28,62%) e a chupeta (23,18%) convencional. Houve diferença significativa (p<0,001) entre o fato de a criança permanecer com a boca aberta e respirar de modo oral e oronasal. A presença de hábitos como a mamadeira (p<0,016) e a chupeta (p<0,001) ortodôntica está relacionada ao modo respiratório relatado. O tempo de manutenção de hábitos como chupeta (p<0,046), sucção digital (p<0,012) e protrusão de língua (p<0,016) está associado à percepção da presença de alterações na fala e oclusais (p<0,014). Observou-se relação significativa entre a idade dos sujeitos e a presença de alterações na fala (p<0,001) e oclusais (p<0,011), conforme relato dos responsáveis. CONCLUSÕES: A presença e a manutenção de hábitos orais deletérios estão associadas à percepção da presença de alterações nas estruturas e funções do Sistema Estomatognático, principalmente com as alterações de oclusão, de fala e respiração. Há necessidade de programas de promoção do aleitamento materno e prevenção dos hábitos orais deletérios, sobretudo, no âmbito da atenção primária à saúde, visto que representam parcela importante da demanda por reabilitação para diferentes áreas da saúde, com destaque para Fonoaudiologia.
metadata.dc.description.abstract-en: OBJECTIVES: Verify the occurrence and associate the presence and maintenance of harmful oral habits with the structures and functions of the stomatognathic system regarding speech, occlusion, and breathing in the perception of parents and guardians. METHODS: Cross sectional study of exploratory character. The participation of the subjects was formalized by signing the Consent Agreement and Informed. The non-probabilistic sample was composed of 289 children 0-12 years of age treated in a unit of family health strategy. Data were obtained through a deleterious habits identification questionnaire with guardians. The results were considered at a significance level of 5% and analyzes were performed using SPSS version 19.0 and the chi-square test for association analysis of categorical variables. RESULTS: The breastfeeding rate was 85%, however, only 32.4% were exclusively breastfed until six months. The most prevalent habits and currently held were bottle feeding (28.62%) and the pacifier (23.18%) conventional. There was a significant difference (p <0.001) between the fact that the child remain with his mouth open and breathe oral and oronasal mode. The presence of such a bottle habits (p <0.016) and a pacifier (p <0.001) orthodontic is related to the respiratory mode. The habits like pacifier maintenance time (p <0.046), finger sucking (p <0.012) and tongue protrusion (p <0.016) is associated with the perception of the presence of changes in speech and occlusal (p <0.014). There was a significant relationship between the age of the subjects and the presence of changes in speech (p <0.001) and occlusal (p <0.011), as reported those responsible. CONCLUSIONS: The presence and the maintenance of harmful oral habits are associated with the perception of the presence of changes in the structures and functions of the stomatognathic system, especially with occlusion disorders, speech and breathing. There is need to programs of promote of breastfeeding and prevention of harmful oral habits, especially in the context of primary health care, as they represent a significant portion of the demand for rehabilitation for different areas of health, with emphasis on speech therapy.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2016-10-11
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGCR - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License