Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/232
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Machado, Flavia AmaralTexto integral1,93 MBAdobe PDFView/Open
Title: Perfil neuropsicológico de pacientes com doença de Parkinson candidatos à cirurgia de estimulação cerebral profunda
Authors: Machado, Flavia Amaral
metadata.dc.contributor.advisor: Reppold, Caroline Tozzi
Issue Date: 2014
Keywords: Testes Neuropsicológicos
Função Executiva
Doença de Parkinson
Neurocirurgia
[en] Neuropsychological Tests
[en] Executive Function
[en] Parkinson Disease
[en] Neurosurgery
Abstract: A Doença de Parkinson é um dos distúrbios do movimento mais frequentes na população e é conhecida pelo seu conjunto de sintomas motores, que incluem bradicinesia, tremor de repouso, rigidez e alterações posturais, decorrentes de alterações progressivas neurológicas de causa desconhecida. Além disso, alterações cognitivas, antes consideradas secundárias, tem se mostrado como um fator preponderante para o agravamento da doença e da qualidade de vida dos pacientes. Esses déficits cognitivos podem aparecer já na fase inicial da doença, os quais só podem ser detectados através de testes específicos. A estimulação encefálica profunda (DBS) é uma das formas de tratamento disponíveis no sistema de saúde e a testagem neuropsicológica é um requisito pré-operatório de pacientes candidatos à cirurgia. Esse estudo teve a proposta de realizar a avaliação neuropsicológica dos pacientes atendidos pelo ambulatório de Distúrbios do Movimento da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, candidatos à cirurgia DBS, traçando o perfil neuropsicológico destes pacientes. A coleta de dados foi realizada no referido ambulatório no período de um ano, totalizando 30 sujeitos e os instrumentos utilizados foram: para avaliação cognitiva, Montreal Cognitive Assessment (MoCA), Mini Exame do Estado Mental (MEEM), Bateria de Avaliação Frontal (FAB) e Teste de Fluência Verbal; para avaliação de humor, Escala Beck- BDI; Questionário de Qualidade de Vida (PDQ-39) e do Sono (PDSS) e estadiamento clínico por meio da escalas de Hoehn e Yahr e a avaliação funcional através da escala Unified Parkinson's Disease Rating Scale (UPDRS-MDS). A média de idade da amostra foi de 59,7 anos (dp 10,60) com tempo médio de doença de 9,3 anos (dp 4,08) e os resultados encontrados demonstraram que 56,7% dos pacientes apresentam comprometimento cognitivo segundo os escores do FAB e 76,7% segundo o MoCA. Mesmo em fases mais iniciais da doença, percebe-se a incidência de sintomas não motores, principalmente naqueles sujeitos que tiveram um início de doença precoce. Esse fato foi constatado por meio de correlações significativas entre os sintomas cognitivos e idade de início da doença, verificado através dos resultados dos instrumentos FAB no escore total (r= ,463, p≤0,01,) e seus subitens referentes a fluência verbal fonêmica (r= -,511, p≤0,00), programação motora (r=-,404, p≤0,02), controle inibitório (r=-,429, p≤0,01); MoCA no escore total ( r=-,437, p≤0,01) e seu subitem referente a funções executivas e visoespaciais (r= -,435, p≤0,01) ; fluência verbal semântica (r= -,505, p≤ 0,00). Conclui-se que, no perfil do paciente com DP, candidato a cirurgia de DBS, há presença de comprometimento cognitivo, mesmo em fases iniciais da doença. É evidente o crescente interesse nos estudos dos sintomas não motores da DP, de critérios específicos quanto à fase de doença ideal para realização da cirurgia de DBS e os efeitos póscirúrgicos sobre os sintomas neuropsicológicos, tornando este estudo relevante na busca de diferentes estratégias de tratamento terapêutico e de avaliação prognóstica.
metadata.dc.description.abstract-en: Parkinson's Disease (PD) is one of the most common movement disorders in the population and is known for its range of motor symptoms that include bradykinesia, resting tremor, rigidity and postural changes, resulting from neurological progressive disorders of unknown cause. In addition, cognitive, previously considered secondary, has been seen as a major factor in the worsening of the disease and quality of life of patients. Such neurocognitive deficits may appear already at the initial stage of the disease, which can only be detected by specific test. Deep brain stimulation (DBS) is one of the forms of treatment available in the health system and neuropsychological testing is a preoperative condition of patients eligible for surgery. This study proposed to avaluate neuropsychological assessment of patients seen in the Movement Disorders Center from Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, candidates for DBS surgery, by tracing their neuropsychological profile. Data collection was performed at the Center within one year, totaling 30 subjects and the instruments used were: for cognitive assessment, Montreal Cognitive Assessment (MoCA), Mini Mental State Examination (MMSE), Frontal Assessment Battery (FAB ) and Verbal Fluency Test; to evaluate humor, Beck Scale-BDI; Quality of Life Questionnaire (PDQ-39) and Sleep Questionnaire (PDSS); for clinical staging by Hoehn and Yahr scales and functional assessment through the Unified Parkinson's Disease Rating Scale Scale (UPDRS). The average age of the sample was 59.7 years (SD 10.60) with a mean of 9.3 years disease (SD 4.08) and the results showed that 56.7% of patients have cognitive impairment by through the FAB and 76.7% through the MoCA. Even in the earliest stages of the disease, we see the incidence of nonmotor symptoms, especially in those subjects who had an early onset disease. This fact was observed by significant correlations between cognitive symptoms and age of onset, verified by the results of the FAB instruments in the total score (r = -, 463, p = 0.01) and its sub-items related to fluency phonemic verbal (r = - 511, p = 0.00), motor programming (r = - 404, p = 0.02), inhibitory control (r =- 429, p = 0.01); MoCA total score (r = -, 437, p = 0.01) and its sub-item relating to executive functions and visospatial (r = -, 435, p = 0.01); Semantic Verbal Fluency (p = - 505, p = 0.00). It is concluded that the patient's profile with PD candidate DBS surgery presents cognitive impairment, even at early stages of the disease. It is evident that the growing interest in the studies of PD nonmotors symptoms and of specific criteria as to the optimal phase of illness to perform the DBS and post-surgical effects on neuropsychological symptoms, makes this study relevant in search of different therapeutic strategies and prognostic evaluation.
Description: Dissertação (Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2016-10-11
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGCR - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License