Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/151
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Grochanke, Bethânia SalamoniTexto integral1,19 MBAdobe PDFView/Open
Title: Efeito da exposição crônica ao material particulado fino nos parâmetros de estresse oxidativo em pulmões de camundongos submetidos ao consumo de dieta hiperlipídica
Authors: Grochanke, Bethânia Salamoni
metadata.dc.contributor.advisor: Rhoden, Cláudia Ramos
metadata.dc.contributor.advisor-co: Heck, Thiago Gomes
Issue Date: 2015
Keywords: Estresse Oxidativo
Poluição do Ar
Proteínas de Choque Térmico HSP70
Dieta Hiperlipídica
Pulmão
[en] Oxidative Stress
[en] Air Pollution
[en] HSP70 Heat-Shock Proteins
[en] Diet, High-Fat
[en] Lung
Abstract: A obesidade e a exposição a poluentes são fatores que, apesar de independentes, estão fortemente associados à morbidade e mortalidade em seres humanos, sendo considerados problemas de saúde mundiais. Indivíduos obesos apresentam maior sensibilidade aos efeitos da poluição no desenvolvimento de doenças do sistema pulmonar, embora existam poucas evidências sobre os mecanismos fisiopatológicos deste processo. A exposição a poluentes e a condição de obesidade prejudicam as defesas antioxidantes, podendo desencadear uma série de alterações no estado redox do organismo. O processo de estresse oxidativo sistêmico gerado pela combinação entre MP e obesidade pode agravar o quadro pró-oxidativo do pulmão e iniciar prejuízos subclínicos. Assim, avaliamos os parâmetros oxidativos pulmonares decorrentes da exposição crônica ao material particulado fino, em modelo experimental utilizando 55 camundongos B6 (B6129SF2/J), que foram submetidos ao consumo de dieta hiperlipídica (60% de gordura) por 24 semanas, sendo que a partir da 12ª semana, foram também submetidos à instilação intranasal de 5μg/10μL de material particulado fino (MP2,5), diariamente. Neste trabalho, a associação entre o consumo de dieta hiperlipídica e a exposição à poluição causaram dano oxidativo à proteínas e modificaram atividade enzimática antioxidante pulmonar, aumentando a atividade da enzima superóxido dismutase SOD. Esta associação (HDF+PM2,5) também causou o aumento da razão SOD/CAT, o que pode representar um desequilíbrio na defesa antioxidante pulmonar e contribuir para o dano oxidativo pulmonar. Não houve alterações na expressão de HSP pulmonar.
metadata.dc.description.abstract-en: Obesity and exposure to pollutants are factors that, although independent, are strongly associated with morbidity and mortality in humans and are considered world's health problems. Obese individuals are more sensitive to the effects of pollution on the development of the pulmonary system diseases, although there is little evidence on the pathophysiology of this process. Exposure to pollutants and obesity condition affect the antioxidant defenses, which can trigger a number of changes in the redox state of the organism. The systemic oxidative stress process generated by the combination of PM and obesity can aggravate lung pro-oxidative above and start subclinical losses. We evaluated the pulmonary oxidative parameters resulting from chronic exposure to fine particulate matter in an experimental model using 55 mice B6 (B6129SF2/J), which were submitted to the consumption of high fat diet for 24 weeks, and from the 12th week, were also intranasal instillation of undergoing 5μg/10μL of fine particulate matter (PM2.5) daily. In this study, the association between the consumption of high fat diet and exposure to pollution caused oxidative damage to proteins and modified pulmonary antioxidant enzyme activity by increasing the activity of superoxide dismutase SOD enzyme. This association (HDF + PM2.5) also caused increased the ratio SOD/CAT, which may represent an imbalance in pulmonary antioxidant defense and contribute to the pulmonary oxidative damage. There were no changes in the expression of pulmonary HSP.
Description: Dissertação(Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2016-07-07
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGCS - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License