Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/150
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
[DISSERTAÇÃO] Dornelles, André ZuanazziTexto integral398,38 kBAdobe PDFView/Open
Title: Acurácia de variáveis antropométricas e sua associação com marcadores lipídicos para identificar risco para doenças cardiovasculares em população de idade escolar do município de Sapucaia do Sul
Authors: Dornelles, André Zuanazzi
metadata.dc.contributor.advisor: Vítolo, Márcia Regina
metadata.dc.contributor.advisor-co: Rotta, Liane Nanci
Issue Date: 2015
Keywords: Doenças Cardiovasculares
Criança
Adolescente
Obesidade
Sobrepeso
Dislipidemias
[en] Cardiovascular Diseases
[en] Child
[en] Adolescent
[en] Obesity
[en] Overweight
[en] Dyslipidemias
Abstract: Introdução: Alterações no perfil lipídico desempenham um papel fundamental no desenvolvimento de risco cardiovascular. Ferramentas antropométricas são utilizadas como medidas para identificar excesso de peso e obesidade central, os quais são associados de maneira positiva com essas alterações. No entanto, é necessário um maior esclarecimento sobre a aplicabilidade destas ferramentas de acordo com o sexo e faixas etárias. Objetivo: Comparar a acurácia do Índice de Massa Corporal (IMC), da circunferência da cintura (CC) e da Relação cintura/estatura (RCE) para identificar o risco para doenças cardiovasculares de uma população em idade escolar de Sapucaia do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil. Métodos: 618 crianças em idade escolar (6-17 anos) de 11 escolas municipais foram coletadas. Dessas, 592 crianças foram usadas para a análise final, divididas em quatro grupos: meninos 6-11 anos; meninos de 12 a 17 anos; meninas de 6 a 11 anos; meninas de 12 a 17 anos. Os desempenhos das ferramentas antropométricas foram avaliados de acordo com área sob a curva (AUC) em Reciever Operating Characterisct (ROC) com base em duas ou mais alterações no perfil lipídico (colesterol total, triglicerídeos, HDL-colesterol ou LDL-colesterol). Pontos de corte ótimos foram extraídos à partir do índice de Youden. Resultados: A AUC para os grupos foram: 6-11 meninos (0,735 ± 0,05 para o IMC, 0,728 ± 0,06 para CC e 0,719 ± 0,06 para RCE) e 12-17 (0,855 ± 0,05 para o IMC, 0,872 ± 0,04 para 0,902 e CC ± 0,04 para RCE); meninas 6-11 (0,704 ± 0,06 para o IMC, 0,661 ± 0,06 para CC e 0,696 ± 0,05 para RCE) e 12-17 (0,635 ± 0,08 para o IMC, 0,712 ± 0,06 para CC e 0,702 ± 0,06 para RCE). De acordo com os melhores desempenhos na AUC, os pontos de corte ótimos foram: meninos 6-11 (0,74 para o IMC e 63,25 para CC) e 12-17 (0,5 para RCE); meninas 6-11 (1,715 para o IMC e 0,49 para RCE) e 12-17 (71,25 por CC e 0,45 por RCE). Conclusão: As três ferramentas antropométricas foram adequadas para identificar risco cardiovascular em crianças de idade escolar. De maneira geral, RCE é um índice melhor e mais simples.
metadata.dc.description.abstract-en: Background: Alterations in lipid concentrations play a fundamental role in the development of cardiovascular risk. Anthropometric tools are used as a measure of excessive weight and central obesity, which are positively associated with these alterations. However, applicability of these tools needs more exploration according to sex and age groups. Aim: Compare the accuracy of Body-mass-index (BMI), Waist Circumference (WC) and Waist to Height Ratio (WHtR) to identify cardiovascular disease risk of a school age population from Sapucaia do Sul, Rio Grande do Sul, Brazil. Methods: 618 children of school age (6-17 years) from 11 municipal schools were collected, 592 children were used for the final analysis divided into four groups: boys from 6 to 11 years; boys from 12 to 17 years; girls from 6 to 11 years; girls from 12 to 17 years. Anthropometric tools’ performance were evaluated according to Area Under the Operating Characteristic Curve (AUC) based on two or more alterations on lipid profile (Total Cholesterol, Triglycerides, HDL-cholesterol, LDL-cholesterol). Optimal cut-off points were extracted using Youden Index. Results: The AUC for the groups were: boys 6-11 (0.735 ±0.05 for BMI, 0.728 ±0.06 for WC and 0.719 ±0.06 for WHtR) and 12-17 (0.855 ±0.05 for BMI, 0.872 ±0.04 for WC and 0.902 ±0.04 for WHtR); girls 6-11 (0.704 ±0.06 for BMI, 0.661 ±0.06 for WC and 0.696 ±0.05 for WHtR) and 12-17 (0.635 ±0.08 for BMI, 0.712 ±0.06 for WC and 0.702 ±0.06 for WHtR). According to best performances in the AUC, optimal cut-off points were: boys 6-11 (0.74 for BMI and 63.25 for WC) and 12-17 (0.5 for WHtR); girls 6-11 (1.715 for BMI and 0.49 for WHtR) and 12-17 (71.25 for WC and 0.45 for WHtR). Conclusion: The three anthropometric tools were adequate to identify risk for cardiovascular risk in school age children. Overall, WHtR is a better and simpler index
Description: Dissertação(Mestrado)-Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.
metadata.dc.rights: Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
metadata.dc.relation.requires: Adobe Reader
metadata.dc.date.date-insert: 2016-07-07
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGCS - Dissertações



Creative Commons
This item is licensed under a Creative Commons License